Bactérias marinhas: uma fonte promissora e sustentável de moléculas bioativas

 

O MicroMarin é uma coleção de bactérias marinhas isoladas de sedimento e invertebrados marinhos coletados tanto na costa quanto nas ilhas oceânicas brasileiras. A curadoria do MicroMarin é realizada em colaboração pelos professores Diego Wilke (UFC), Leticia Lotufo (USP) e Paula Jimenez (UNIFESP). Após o isolamento, as bactérias são catalogadas e criopreservadas. A atividade citotóxica dos extratos preparados a partir destes microorganismos é testada contra células tumorais. Atualmente temos 1.500 cepas isoladas, sendo que 15% dos extratos testados foram citotóxicos, evidenciando o grande potencial para estudo de desenvolvimento de novas moléculas com potencial anticâncer. As moléculas bioativas são melhor estudadas  em células tumorais para caracterização do mecanismo de ação. A estratégia de estudo de moléculas bioativas obtidas de bactérias marinhas garante sustentabilidade e suprimento da produção simultaneamente, uma vez que é preciso coletar quantidades muito pequenas dos organismos (ou sedimento marinho) e, uma vez que as bactérias são isoladas, pode-se obter as moléculas de interesse em quantidades suficientes para os estudos e comercialização através de técnicas simples de fermentação.

Imagens de algumas linhagens catalogadas no MicroMarin. Colônias com borda irregular, coloração opaca e esporulação são características típicas de actinomicetos, grupo com alto potencial biotecnológico.